A expressão fintechs é bastante utilizada atualmente e se refere à startup e empresas que inovam e redesenham a área de serviços financeiros com projetos e planos inteiramente baseados em tecnologia. Nesse sentido, esse nome é formado ao unir a palavra em inglês financial (financeiro) com technology (tecnologia). A esse respeito, em diversos países, como nos Estados Unidos, é possível encontrar vários empreendimentos relacionados a esse tema.

 

Por meio deles, somos capazes de visualizar grandes mudanças e inovações nas áreas de tratamento e fluxo financeiro. Por isso, é fundamental conhecer exemplos revolucionários para poder extrair ideias e saber como elas fizeram para se manter no mercado e alcançar sucesso.

 

Sendo assim, preparamos este artigo contendo 4 exemplos de fintechs internacionais. Confira agora mesmo!

1. Ant Financial

De acordo com um estudo formulado pela KPMG e a H2 Ventures, a Ant Financial está em 1º lugar em uma lista contendo 100 fintechs em destaque no mundo. Essa startup chinesa é avaliada em U$$ 150 bilhões, sendo por isso considerada a mais valiosa do mundo. Vale ressaltar que ela é controlada pela Alibaba, estando focada em oferecer meios de pagamento.

A prática, por meio dos recursos tecnológicos utilizados, permite que o cliente opere um pagamento simplesmente ao realizar um sorriso por meio do reconhecimento facial.

2. Square

Já a Square foi estruturada por Jack Dorsey, criador da rede social Twitter. Essa fintech é norte-americana e é responsável por atender demandas referentes a meios de pagamento. Nos dias atuais, essa startup está avaliada em U$$ 5,1 bilhões apresentando ainda um grande potencial de crescimento e lucratividade no curto prazo.

3. Trussle

Com a finalidade de inovar o setor de serviços de corretagem e de hipoteca, os fundadores da Trussle desenvolveram um projeto sólido e bastante promissor. A esse respeito, sabemos que negociar hipoteca com vários credores pode ser uma tarefa bastante desgastante.

Nesse sentido o Thussle vem como uma boa opção já que ele cumpre a função de encontrar a melhor opção, além de monitorar a cada momento a situação do mercado e sinalizar quando surge um empreendimento com melhor estratégia.

4. Circle

Por fim, temos “a nova fórmula do dinheiro”. A startup Circle é baseada em uma plataforma de pagamento em que os usuários podem enviar e receber pagamentos por meio de aplicativos. Em um tempo atrás ela levantou U$$ 100 milhões, o que fez com que a avaliação da fintech se elevasse quase U$$ 3 bilhões.

Uma das pretensões da Circle é desenvolver soluções para resolver os problemas do mundo cripto, principalmente em questões de instabilidade. Somado a isso, ela tem o interesse de facilitar os pagamentos e mudar a relação do mercado com essas formas de gerenciar o dinheiro.

Portanto, esses foram os principais exemplos de fintechs internacionais de sucesso. Percebe-se que essas startups possuem potencial para revolucionar completamente as atividades e serviços ligados ao setor financeiro.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos e familiares tenham acesso a esse tema!